+ Motores

Perícia Cereja do Fundão marca o regresso da Escuderia à modalidade

441visualizações

2ª edição para dar continuidade ao sucesso da primeira. Prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Perícias.

A cidade do Fundão volta a receber os melhores dos melhores do Campeonato de Portugal de Perícias no próximo sábado, dia 25 de junho. A Escuderia Castelo Branco volta a organizar a Perícia Cereja do Fundão, que vai para a segunda edição. O sucesso da primeira vez em que a cidade beirã recebeu esta ronda pontuável para a principal competição de perícias em Portugal foi tal que a Escuderia Castelo Branco, em parceria com a Câmara Municipal do Fundão, não perdeu tempo e, mal foi possível, organizou tudo para que a Perícia Cereja do Fundão voltasse a ser uma realidade.

A iniciativa da Escuderia Castelo Branco não só pontua para o Campeonato de Portugal de Perícias, como também para o Troféu Raiano da especialidade, competição essa que, em 2022, começa precisamente com esta prova. Toda a acção vai estar concentrada na zona nobre da cidade do Fundão, na Avenida Dr. Alfredo Mendes Gil, para aproveitar o anfiteatro que é o jardim municipal da localidade.

A competição realiza-se entre as 14h30 e as 19 horas e terá como director de prova, António Pissarra, do clube Guarda Unida, que tem bastante experiência neste tipo de provas. Para António Sequeira, presidente da Escuderia Castelo Branco, este regresso à competição nas perícias é muito importante. “A nossa organização voltou à dinâmica que já tinha antes da pandemia. Estamos a recuperar o formato de diversas competição, a implementar novidades e quisemos, nas perícias, colocar de pé, de novo, uma prova que foi tão bem sucedida no passado”, explicou.

A Perícia Cereja do Fundão deverá contar com cerca de 30 participantes e, para a Câmara Municipal, esta competição reveste-se de maior importância porque é a associação natural entre a principal marca da região com uma forte ligação que a cidade tem ao desporto motorizado “Esta é mais uma das muitas facetas que podem ser encontradas na Cereja do Fundão. Para além do destino turístico que significa hoje, a Cereja do Fundão, associada a um conjunto de experiências, como a Casa-Museu da Cereja, como a Quinta das Ideias da Cereja do Fundão. Como aquilo que significa a gama vastíssima de produtos ligados à Cereja, como é o Licor de Cereja, ou o Gin de Cereja do Fundão, o Chá de Cereja, e tantos outros produtos, nós temos a oportunidade de ver a Cereja do Fundão numa prova de perícia automóvel que vai para a sua segunda edição. A primeira vez que se realizou na cidade do Fundão representou um enorme sucesso. Por isso, a expectativa desta segunda edição que este interrompida dois anos, devido à pandemia, é enorme. O Fundão tem grandes pergaminhos no mundo motorizado, em particular no mundo automóvel. Grandes nomes nacionais que estiveram ligados ao automobilismo, desde Paulo Longo, Tomi Correia, António Correia, Fernando Teotónio, Gonçalo Janeira, Pedro Gaspar e tantos outros nomes que já trouxeram troféus para o Fundão. Esta modalidade tem o aditivo de ser um desporto motorizado. Como vimos recentemente no Rali de Portugal e no Rali de Castelo Branco, é uma modalidade que tem muitos adeptos em Portugal”, afirmou o vice-presidente da Câmara Municipal do Fundão, Miguel Gavinhos.

Deixe uma resposta