Montanha

Francisco Milheiro o conquistador da Taça de Montanha 1300

377visualizações

O jovem piloto de Guimarães levou o seu Peugeot 106 ao título na Taça de Portugal de Montanha 1300 JC Group, na época de 2020.

Tendo iniciado a sua participação no Campeonato de Montanha em 2019, Francisco Milheiro desde cedo revelou-se com um piloto rápido. Ao longo das duas épocas que já assinou, o vimaranense assumiu sempre protagonismo na luta pelos lugares cimeiros e viu todo o seu esforço recompensado com o cetro alcançado na época transacta.

Para Francisco Milheiro, o ano de 2020 “foi fantástico. Iniciámos a época desportiva em Murça, com o Peugeot mas melhorado em todos os aspetos ,de forma a ser possível lutar pela conquista da Taça, algo que nunca seria possível atingir no ano anterior devido a falta de preparação do carro”. Murça foi uma prova muito exigente , estando presentes sete  participantes na minha categoria ,e onde considerava ter sido a minha pior prova no ano anterior. Rapidamente consegui fazer bons tempos e fomos recompensados com um 2º lugar final, algo que considero muito bom devido a falta de treino e conhecimento do set up do carro”.

Após a paragem forçada, provocada pelo combate ao surto pandémico, o campeonato regressou na Rampa Covilhã Serra da Estrela. Foi uma jornada exemplar, com Francisco Milheiro a ser ” o mais rápido em todas as subidas, assinando assim uma vitória muito justa entre os 1300. Fiquei ainda muito satisfeito por ter alcançado um excelente Top 15 na geral da prova!”.

Segui-se uma ida até Setúbal, com o mítico cenário da Arrábida a receber a terceira prova da temporada. O jovem vimaranense refere que “fui para essa prova com alguns cuidados, sabendo que uma vitória ou um lugar no pódio me colocavam numa posição privilegiada para chegar ao título. As condições meteorológicas foram muito desafiantes mas felizmente tudo correu bem e chegamos novamente a um bom resultado, que nos consolidou a liderança da taça”.

Cancelada que foi, posteriormente, a Rampa de Boticas, ficou selado o titulo na Taça 1300, façanha que deixou Francisco Milheiro “bastante satisfeito, pois significou que cumprimos o nosso objetivo maior. Também ajuda a cativar patrocínios para a próxima época onde espero estar presente. Agradeço assim a todos os envolvidos neste projeto: a minha equipa, os meus patrocinadores e, de forma muito especial, o meu pai .”

(Visited 102 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta