+ Motores

15 anos depois, Jorge Machado regressa a Castelo Branco

880visualizações

Após a excelente prova que assinou em Lousada, o lousadense espera mais dificuldades num circuito onde não corre há década e meia. Estar entre os finalistas e recolher muitos pontos são os dois objetivos principais.

A época 2020 tem corrido de feição a Jorge Machado e ao Citroen S1600 do HR Racing Team.

O lousadense prepara-se para enfrentar aquela que, na ótica do piloto, poderá ser “a prova onde eu enfrente mais dificuldades. Já não corro naquela pista desde 2005 e isso é sempre um handicap, sobretudo quanto estamos perante pilotos muito habituados a competir lá, com estes S1600 que exigem uma enorme confiança para rodarmos nos limites”.

Mas isso não retira ambição ao piloto do HR Racing Team. Jorge Machado quer “mostrar que quem sabe não esquece e, como já demonstramos que somos um osso duro de roer para os nossos adversários, vamos lutar para uma vez mais chegar à final. E, aí, dar tudo para alcançar um bom resultado”, assumindo que quer “melhorar o 8º posto de Lousada”.

Após a prova no Eurcircuito da Costilha o Citroen C2 S1600 do HR Racing Team sofreu uma profunda revisão e a equipa chega à Beira Baixa com índices bem altos de confiança.

O Ralicross de Castelo Branco acontecerá a 1 e 2 de agosto.

(Visited 145 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta