Ralis

José Pedro Fontes e Inês Ponte estão a postos para alinhar no Rally de Mortágua

20 FONTES José Pedro (PRT), PONTES Ines (PRT), Citroen vodafone team, Citroen C3 Rally2, action during the 2021 FIA ERC Rallye Serras de Fafe e Felgueiras, 6th round of the 2021 FIA European Rally Championship, from October 1 to 3, 2021 in Fafe, Portugal - Photo Rui Reis / DPPI
126visualizações

O C3 Rally2 do Citroën Vodafone Team volta, assim, a adotar o set-up de pisos de terra, pretendendo-se imiscuir nos lugares da frente e, com isso, baralhar as contas dos pretendentes aos títulos de 2021.

Está tudo a postos para que o Citroën Vodafone Team possa contribuir para a festa dos títulos de 2021 do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR). José Pedro Fontes e Inês Ponte têm tudo pronto para abordar da melhor forma esta que será a oitava e última prova da presente temporada nacional de ralis, tentando alcançar, com o seu C3 Rally2, um resultado que lhes permita terminar em grande uma época em que estiveram sempre na luta pelos cetros de Pilotos e Navegadores que são atribuídos pela FPAK.

“Queremos terminar este ano de 2021 dando aos nossos patrocinadores, elementos da equipa e apoiantes um bom resultado. Claro que a vitória está nos nossos planos, como esteve em todas as provas de um ano que está prestes a terminar e que, por razões diversas, não nos correu tão bem como esperávamos. Vimos ‘fugir’ alguns potenciais bons resultados, mas, por outro lado, teve dois excelentes pontos altos, fruto dos resultados alcançados na Madeira e no Alto Tâmega”, refere José Pedro Fontes, em vésperas do arranque da jornada do Clube Automóvel do Centro.

“Aqui em Mortágua, um rali que conhecemos bem e que é muito do nosso agrado, queremos batalhar pelos melhores tempos logo desde o primeiro troço e, com isso, estar sempre em luta pelos lugares da frente. Para o efeito, voltamos a contar com o nosso C3 Rally2 com as especificações máximas para pisos de terra, tentando lutar pelos pontos que nos permitam alcançar um lugar no ‘top-3’ final do CPR 2021. Uma coisa é certa: à semelhança de todas as provas em que alinhámos este ano, o Citroën Vodafone Team irá, decerto, abrilhantar este gradual regresso à normalidade dos ralis em solo nacional, depois de um ano em que a prova de Mortágua se viu anulada devido à pandemia”, acrescenta.

(Visited 14 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta