Ralis

Team Shore Racing vai ao Rali Alto Tâmega para evoluir

1.9kvisualizações

André Cabeças e Bino Santos regressam ao Campeonato de Portugal de Ralis na prova do CAMI. A dupla quer deixar para trás a malapata que os tem perseguido esta época. Fazer quilómetros, evoluir na adaptação ao Citroen DS3 R5 e galgar o palanque de chegada, são os objetivos da dupla.

A presente época tem sido um duro “caminho das pedras” para André Cabeças e Bino Santos. Se em Castelo Branco, um erro ditou uma saída de estrada e o consequente abandono, ainda o rali ia na fase inicial, já em Mesão Frio seria a bomba de gasolina do DS3 R5 a ceder, logo na 2ª PEC, depois da dupla ter registado o segundo melhor tempo entre os X5 na classificativa noturna inaugural.

Dessa forma, André Cabeças e Bino Santos não conseguiram testar a evolução que o Citroen tinha sofrido antes do rali disputado nas Portas do Douro. O carro foi alvo de um “upgrade”, tendo sido introduzida a evolução que a marca francesa apresentou em 2017. A mesma seria a última para o DS3.

André Cabeças lamenta “a falta de sorte que nos impediu de rodar em Mesão Frio e logo num rali que é espetacular, muito técnico e onde poderíamos evoluir muito o carro e a nossa adaptação ao mesmo, até porque é uma prova que conhecemos muito bem e onde somos sempre muito rápidos e muito fortes. A bomba de gasolina cedeu e nada havia a fazer”. Foi um desfecho “frustrante, até porque mal chegamos a casa, foi só trocar a bomba e o carro ficou em pleno”.

Como tal e embora não estivesse no calendário inicial, o Team Shore Racing decidiu alinhar no Rali Alto Tâmega. A falta de quilómetros em competição faz com que esta decisão tenha toda a logica.

“Praticamente ainda não conseguimos competir com o carro. Por isso vamos até Trás-os-Montes para participar em mais um rali do CPR. Queremos terminar o rali e acumular quilómetros. Mas não vamos para ser lentos. Tudo faremos para rodar dentro do Top 10, sendo também objetivo encurtar o que nos separa dos mais rápidos em termos de tempo perdido por quilómetro, percebendo assim de que forma é que esta evolução tornou o DS3 R5 mais competitivo e também aquilatar da nossa capacidade para extrair do carro toda a sua potencialidade” destaca o piloto.

A edição 2020 do Rali Alto Tâmega terá início na tarde de 29 de agosto, sendo disputadas duas especiais, nesse primeiro dia. No domingo, 30 de agosto, serão 6 as classificativas a percorrer. Em termos de calendário 2020, o Team Shore Racing vai ainda marcar presença nos Ralis Vidreiro, Montelongo; Casinos do Algarve e Camélias.

Deixe uma resposta