Ralis

Macambi Racing Team quer brilhar em Castelo Branco

652visualizações

Fernando Teotónio e Luís Morgadinho motivados para a prova que para dupla do Mitsubishi Lancer Evo X é quase ‘em casa’. Objectivo: vencer e reforçar a liderança do RC2N no CPR.

O piloto do Fundão enfrenta a prova do fim-de-semana ciente do desafio que tem pela frente, mas também com a motivação de estar a competir diante do seu público. Acompanhado, como sempre, pelo seu navegador e team manager Luís Morgadinho, Teotónio irá procurar vincar a superioridade perante os adversários nas especiais da Beira Beira, as primeiras em asfalto do Campeonato de Portugal de Ralis de 2021.

“O Rali de Castelo Branco é o rali da nossa terra, da nossa zona. Espero que corra tudo bem. Vamos fazer tudo por isso”, começa por dizer Fernando Teotónio antes do início das ‘hostilidades’ na prova organizada mais uma vez pela Escuderia de Castelo Branco. O piloto da Macambi Racing Team espera poder lutar para manter a sua posição no campeonato, e para isso conte com um Mitsubishi colaborante: “Esperamos que o Mitsubishi Lancer EVO X esteja à altura, bem preparado, como sempre, pela Domingos Sport. Vamos fazer tudo o que está ao nosso alcance para conseguir um ótimo resultado”.

E não tem quaisquer dúvidas quanto à “receita” a aplicar: “A ideia é atacar logo no primeiro dia, para garantir uma boa vantagem entre os RC2N, para tentarmos no dia a seguir lutar por lugares mais altos no campeonato nacional. Vamos tentar aproximar-nos o mais possível dos R5, de preferência imiscuir-nos na luta próximo deles”, assume Fernando Teotónio. O piloto do Fundão admite que a sua estratégia é ambiciosa, sendo que os adversários serão apenas um dos obstáculos: “Veremos o que conseguiremos. Sei que vai ser difícil, que vai estar muito calor, vai ser um rali muito complicado, muito quente, mas faz parte. O teste de adaptação ao asfalto correu muito bem. Nós cá estamos para a luta, sabemos o nosso valor e tudo faremos para prevalecer!”.

O Rali de Castelo Branco tem este sábado, dia 12 de junho, três provas especiais de classificação que compõem a primeira etapa, num total de 47,29 quilómetros contra o cronómetro. No domingo, dia 13 de junho, serão cumpridos mais 52,40 de especiais.

(Visited 63 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta