Velocidade

SuperCars Endurance: Dupla Pino/Hall ganha a segunda corrida em Jarama

293visualizações

A dupla Nicolas Pino/Marmaduke Hall, no Ginetta G55 da Tockwith Motorsport, triunfou, na tarde deste domingo, na segunda corrida da jornada de abertura da SuperCars Endurance, no circuito espanhol de Jarama, cortando a linha de chegada com uma vantagem superior a meio minuto em relação à dupla portuguesa António Coimbra/Luís Silva (Mercedes AMG), vencedora da classe GT4 bronze.

Desta vez, e ao contrário do que sucedera na corrida da manhã, os GT acabaram por ditar a sua lei e nem por uma única vez um carro TCR esteve no comando. Gustavo Moura (Hyundai Elantra N TCR) chegou a ocupar a segunda posição, mas foi perdendo gás, sendo que a sorte não quis nada com Daniel Teixeira (CUPRA TCR), ao ficar sem gasolina… na última volta, quando liderava entre os TCR e parecia ter assegurado um lugar no “top 5” final, para ser, no final, apenas 12º. “É incrível, mas faltou-me combustível para acabar a corrida. Até metemos mais quantidade que na primeira corrida, embora tivesse terminado com uma boa reserva e não compreendo o que se passou agora. Podia ter ganho entre os TCR, mas, enfim, isto faz parte das corridas…”, afirmou, desalentado, o piloto da JT59 Racing Team. Moura, mesmo não isento de problemas, acabou por beneficiar do contratempo do seu rival. “Fiquei sem travões e também tive problemas ao nível da gestão dos pneus. É um carro novo a estamos a evoluir, mas aprendi mais na primeira corrida do que nesta…”, referiu o piloto da GC24 Motorsport, cujo quinto lugar final acabou por deixá-lo satisfeito, até porque garantiu a primazia entre os TCR.

O maior destaque, à parte da dupla vencedora, que teve no chileno Nicolas Pino o seu maior protagonista, pelo ritmo imposto no seu turno de condução… rumo ao primeiro lugar, foi da dupla Coimbra/Silva. O primeiro, como não fizera a qualificação de sábado, por motivos particulares, largou da última posição da grelha, mas no momento da troca de pilotos entregou o Mercedes AMG da Sports & You a Luís Silva no segundo lugar da geral e primeiro da classe GT4 bronze. “Entrei um pouco lento, mas depois recebi indicações via rádio para andar mais rápido e com um carro fantástico consegui gerir a corrida para alcançarmos o objetivo. Tudo impecável”, disse Luís Silva.

O McLaren 570S da SMC Motorsport começou muito bem, com Gonzalo de Andrés, que partiu da ‘pole’, a impor um ritmo muito forte e a liderar, mas depois da troca de piloto, Guillermo Aso não conseguiu manter aquela posição. “Consegui, com um ‘stint’ rápido, 13 a 14 segundos de vantagem, mas depois o meu colega de equipa fez um ‘pião’ e acabámos no quarto lugar final. Foi o resultado possível…”, comentava De Andrés.

Mais uma vez, Nico Abella (Peugeot 308 Racing Cup) esteve insuperável, conseguindo, graças a uma grande regularidade e a um andamento muito forte, terminar no terceiro lugar da geral. “Isto só prova que com este carro é possível conseguir bons resultados e espero que nas próximas corridas tenhamos mais pilotos com os Peugeot”, comentava o “patrão” e piloto da Chefosport.

A dupla Jorge Rodrigues/Francisco Carvalho (Porsche 981 Cayman MR) acabou no segundo lugar da GT4 bronze, depois de uma boa prova, enquanto a dupla José Correia/Gabriela Correia, no Mercedes AMG da JC Group Racing Team, ainda a adaptar-se ao carro, concluiu a corrida no “top 10”.

(Visited 60 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta