Velocidade

TCR Europe: Mikael Azcona vence de novo em Spa-Francorchamps

65visualizações

Definitivamente, Mikael Azcona (CUPRA Leon Competición) não dá hipóteses a ninguém em Spa-Francorchamps e na manhã deste sábado repetiu, de forma categórica, o triunfo que havia alcançado na véspera, conquistando o pleno na quarta jornada do TCR Europe. O piloto espanhol da Volcano Motorsport somou a terceira vitória da época, reforçando a liderança do campeonato, mesmo depois de ter estado ausente na ronda anterior, em Zandvoort.

“Adoro este circuito de Spa, especialmente em condições de chuva, e hoje correu tudo bem, ainda que não fosse fácil somar mais uma vitória, pois os adversários estiveram bastante fortes e fui obrigado a dar o mau máximo. Sinto-me, naturalmente, muito feliz por continuar na luta pelo título…”, disse Azcona, que terminou com 1.812s de vantagem face ao Hyundai i30 N de Mat’o Homola, sem dúvida outra das figuras desta segunda corrida, com o francês Teddy Clairet (Peugeot 308) a ocupar o último ligar do pódio.

Com os dez primeiros lugares da qualificação invertidos na grelha, era o russo Klim Gavrilov (Audi S3 LMS) quem partia no primeiro lugar, ladeado pelo jovem Isidro Callejas (Honda Civic Type R FK7), com Teddy Clairet (Peugeot 308) e Franco Girolami (Honda Civic Type R FK7) na segunda linha. Atrás, na terceira, estavam o Audi S3 LMS de Nicolas Baert e o Hyundai Elantra N de Sami Taoukif, e na quarta fila surgia, então, o líder do TCR Europe, Azcona, ladeado pelo eslovaco Mato’o Homola (Hyundai i30 N). Na quinta linha pontificavam mais dois Hyundai Elantra N da Sebastien Loeb Racing, os de Mehdi Bennai e de Felice Jelmini.

O dia amanheceu sob chuva e nebulosidade no circuito de Spa, com a organização a declarar “corrida à chuva” e a mesma teve início com o safety car durante duas voltas, para a partir daí, já com os pilotos adaptados ao estado da pista e rendidos às suas opções de pneus (chuva e/ou seco), abrirem as “hostilidades”. Refira-se que a maioria dos pilotos foi para a escolha mista (2 slicks e 2 de chuva), e se o “pole” Gavrilov apostou 100% nos de chuva, Homola fez o contrário (apenas slicks) e no final colheu louros…

Teddy Clairet foi lesto a chegar ao primeiro lugar, mas Azcona teve-o sempre debaixo de olho, depois de, sucessivamente, ultrapassar Taoufik, Baert, Girolami e Callejas, até porque o “pole” Gavrilov quase nem aqueceu a sua posição ao ir à boxe para trocar pneus…

Azcona esperou o momento certo para superar o francês da Peugeot e fê-lo a quatro voltas do final, para conseguir depois uma margem de segurança. Mais atrás, numa corrida bastante animada, sucediam-se vários despiques, entre os quais o que teve como protagonistas Girolami, Taoufik, Baert e Bennani, mas quem esteve irresistível foi Homola. O eslovaco, que partira do nono lugar da grelha, foi subindo volta atrás de volta, à medida que a pista ia secando, e acabaria, já na última, por conquistar a segunda posição a Teddy Clairet, graças à opção pelos pneus slicks. E, tal como sucedera na primeira corrida, Langeveld (Hyundai) repetiu quase a papel químico o seu desempenho, trepando uma série de lugares até acabar em quinto, muito próximo de Isidro Callejas, vencedor da categoria júnior. A próxima jornada (quinta) do TCR Europe está agendada para 3/5 de setembro, no circuito alemão de Nurburgring.

Corrida 2

1º, Mikael Azcona, Volcano Motorsport, CUPRA Leon Competición TCR, 10 voltas

2º, Mat’o Homola, Janik Motorsport, Hyundai i30 N TCR, + 1.812s

3º, Teddy Clairet, Team Clairet Sport, Peugeot 308 TCR, + 2.412

4º, Isidro Callejas, Brutal Fish Racing Team, Honda Civid Type R FK7 TCR, + 12.186

5º, Niels Langeveld, Sébastien Loeb Racing, Hyundai Elantra N TCR, + 12.693

6º, Sami Taoufik, Sébastien Loeb Racing, Hyundai Elantra N TCR, + 17.178

7º, Franco Girolami, PSS Racing Team, Honda Civic Type R FK7 TCR, + 21.817

8º, Nicolas Baert, Comtoyou Racing, Audi RS 3 LMS, + 22.348

9º, Mehdi Bennani, Sébastien Loeb Racing, Hyundai Elantra N TCR, + 22.778

10º, Tom Coronel, Comtoyou Racing, Audi S3 LMS, + 26.019

Campeonato

1º, Mikael Azcona, 230 pontos

2º, Franco Girolami, 200

3º, Mehdi Bennani, 183

4º, Niels Langeveld, 163

5º, Tom Coronel, 154

(Visited 7 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta