RalisVideos

Rui Madeira deu espetáculo em Vouzela

4.95Kvisualizações

Acompanhado por Paulo Fiúza, Rui Madeira levou o Mitsubishi Lancer EVO II ao 6º lugar da geral do Constálica Rally Vouzela2020, assinando uma grande exibição, onde juntou a uma condução espetacular a sua já tradicional rapidez. O piloto foi ainda alvo de uma homenagem por parte da organização da prova, que assinalou os 30 anos de carreira do craque de Almada.

E finalmente foi quebrado o “jejum”. A longa espera e a necessidade de fortes alterações no calendário internacional que Rui Madeira tinha preparado para a época em que comemora 30 anos de carreira, deixaram de ser o assunto principal porque, finalmente, foi possível a todos os aficionados puderem usufruir do cantar do motor do EVO III.

Vouzela foi o palco escolhido para este arranque tardio de época. Na baquet do lado direito sentou-se Paulo Fiúza e Rui Madeira apresentava-se ao serviço, imbuído de um espírito de “alegria por finalmente poder iniciar esta época. Infelizmente não vamos poder comemorar o 20º aniversário de carreira da forma que tínhamos planeado, mas tudo faremos para estar presentes em algumas provas e assim levar as cores dos nossos patrocinadores até todos os fãs que nunca nos regatearam apoio. Vouzela não estava no plano inicial, mas felizmente decidimos vir e está a ser incrível todo o carinho e apoio que tenho recebido”.

Mas, para lá da enorme emoção nascida da interação com os seus admiradores, Rui Madeira encarou a prova como sempre faz: dar tudo, imprimir um andamento forte e assumir uma condução onde o espetáculo também tem sempre lugar cativo!  

Ao longo das seis especiais, Madeira e Fiúza nunca se sentiram limitados por estarem a lutar com adversários fortes e “montados” em “armas” bem mais recentes e teoricamente mais competitivas. Nas seis especiais de classificação, assinaram sempre tempos dentro dos mais rápidos, logrando ser mesmo segundos da geral na PEC nº 5, a uns ténues 4 décimos do vencedor. Notável!

No final, o 6º lugar alcançado foi alvo de um forte aplauso geral e deixou o piloto “muito contente. Andamos rápido, sempre em crescendo e, perante um plantel tão forte, sinto-me muito feliz por ter colocado o Lancer EVO III sempre entre os da frente. Quero agradecer ao Paulo Fiúza que esteve excelente a navegar e à minha equipa por ter colocado o Mitsubishi no ponto”. Rui Madeira gostou muito “do rali. Muito organizado, com excelentes troços, tendo sido uma excelente jornada”.

Quanto a planos para o que falta do ano, Rui Madeira sente a “angústia de não haver certezas. Vamos fazer tudo para estar nas Camélias e estamos a envidar esforços para correr no Rali Terras D’Aboboreira com um R5. Poderemos estudar pelo menos mais uma prova”, que será em território nacional, ficando, segundo o piloto, a ambiciosa época fora de portas “em princípio para 2021”.

Uma referência ao excelente gesto do promotor e da organização do Constálica Rally Vouzela que, na cerimónia de entrega de prémios, honraram Rui Madeira comum troféu especial, assinalando a sua presença na prova e os 30 anos de carreira do piloto.

(Visited 2.119 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta