Ralis

Desafio Kumho com 15 equipas no Rali Alto Tâmega

1.37Kvisualizações

A competição organizada pela ASR Tyres tem na prova do CAMI mais uma jornada a contar para dois dos seus Desafios: Asfalto e Norte. É nas duas rodas motrizes que encontrámos a maior parte dos inscritos na competição dos pneus coreanos.

Apenas 15 dias após Mesão Frio, o 3º Desafio Kumho Portugal está de volta à competição. O rali Alto Tâmega marcará a 3º prova da época do Desafio Kumho Norte, sendo a quarta tirada do Desafio Kumho Asfalto.

11 equipas vão estar em luta pela primazia na Divisão 2. E aqui, a luta tem tudo para ser árdua e aberta, com a particularidade das duas duplas que estão nos lugares cimeiros do Norte e das 6 duplas mais pontuadas no Asfalto, terem optado pela ausência. Com tudo isto, o jovem Pedro M. Serôdio, acompanhado por Hugo Marques, pode vir a ser o grande beneficiado. 3º no DK Norte e 7º no DK Asfalto, o piloto do Citroen Saxo pode vir a dar um salto enorme nas duas contendas, se der continuidade ao andamento vitorioso que demonstrou em Mesão Frio.

A dupla João Silva/Nuno Almeida (Nissan Micra) quer voltar aos bons resultados enquanto Miguel Carvalho e António Reis, num Peugeot 206 GTi se apresentam depois de um bom resultado na prova da Porta do Douro. Já Capela Morais e António Vieira têm tudo para lutar pelos lugares da frente, pois a rapidez tem sido constante aos comandos do seu Skoda Fabia RS TDi.

O mesmo se pode dizer de Francisco Azevedo e Nuno Ferreira. Esta equipa “espreme” todo o sumo que há para espremer do Peugeot 205 GTi e normalmente dão muito trabalho aos adversários. Filipe Abrantes e Marco Vilas Boas voltam ao norte para tentar brilhar com o Citroen C2, enquanto Manuel Pinto se inscreve com um Seat Leon 2.0 Tdi.

Mais 3 equipas vão competir na Divisão 2. O Citroen Saxo é escolhido como “arma de eleição” da dupla Vítor Rodrigues/Nuno Alves e do Rui Jorge Cunha, cabendo a Pedro Pereira e Sandro Trindade alinhar num Peugeot 106 SXi

Luta a quatro na Divisão 1

Na Divisão 1, são 4 as equipas que se apresentam “ao serviço” no Alto Tâmega. Gaspar Pinto e Bernardo Gusmão têm na prova transmontana uma oportunidade para reforçar a sua liderança na tabela pontual do Desafio Kumho Norte, chegando-se ainda mais à frente no que respeita à geral do Desafio Kumho Asfalto, onde são atualmente terceiros, beneficiando das ausências das duplas que estão nos dois primeiros lugares dois primeiros, Armando Carvalho/Ana Santos e Rui Santos/João Sebastião.

A equipa do Mitsubishi EVO VIII vai enfrentar a oposição de Nuno Mateus e Roberto Santos, que, tripulando o Mitsubishi EVO IV, estão no rali também com o foco posto na luta pela vitória no Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis, do Subaru Impreza WRX STi do jovem Eduardo Santos, navegado por Tiago Neves e ainda dos algarvios Rui Rijo e Gonçalo Assunção, num Mitsubishi EVO VIII MR, que tão boa conta de si deram no asfalto de Castelo Branco.  Está tudo reunido para que assistamos a uma luta intensa entre os 4 protagonistas.

Deixe uma resposta